Jovem empreendedor: 6 dicas para começar a empreender com pouca idade

Não há idade certa para começar a empreender: tendo uma ideia viável na cabeça e disciplina para fazer um bom plano de negócios, absolutamente qualquer pessoa pode inovar. Sabendo disso, é cada vez mais comum que jovens, antes mesmo dos trinta anos, deem seus primeiros passos no mundo dos negócios, tocando seus próprios empreendimentos ou criando startups promissoras. No entanto, a realização dos sonhos desses jovens empreendedores pode encontrar diversos obstáculos pelo meio do caminho, especialmente devido à sua falta de experiência. Se você é um jovem empreendedor e não quer ser prejudicado por esses desafios, confira agora a lista que elaboramos, com uma série de dicas para você se tornar um empreendedor de sucesso:

Aja

É muito difícil que algum empreendedor consiga atingir seus objetivos sem ter um forte senso de iniciativa. O segredo é não ficar esperando que as oportunidades simplesmente batam à sua porta, é preciso correr atrás dos seus sonhos, procurar parceiros, clientes e possíveis investidores, lembrando-se sempre de que a longa estrada que sua empresa irá traçar começa exatamente com seus passos.

Arrisque

Poucas coisas são tão paralisantes quanto o medo de errar. E é por causa desse medo que muitas pessoas não encontram forças para efetivamente investir em suas ideias, uma vez que a única coisa que conseguem ver é o possível fracasso futuro. O que essas pessoas não conseguem enxergar é que cada erro é um ensinamento e que nenhuma jornada é vencida sem pelo menos um ou dois tropeços. Então se arrisque!

Planeje

Atenção: lembre-se de que arriscar não significa ser imprudente e agir sem planejamento, viu? Por isso, antes de investir, pesquise a área em que você pretende atuar, levante os custos necessários para abrir seu empreendimento e faça um bom plano de negócios, definindo qual é seu público-alvo, como seu produto ou serviço será ofertado e quais serão suas estratégias de marketing. Para chegar mais rápido a um lugar, é preciso traçar com clareza sua trajetória!

Formalize-se

A formalização do seu negócio traz uma série de benefícios: você terá acesso a linhas de crédito especiais, terá seus direitos trabalhistas garantidos — assim como assegurará os direitos dos seus funcionários — e não enfrentará problemas com multas ou mesmo o fechamento do seu empreendimento. A formalização é relativamente simples e programas do governo vêm tentando agilizar o processo de abertura dos negócios, especialmente no que diz respeito a micro e pequenas empresas.

Aprenda

Nenhum empresário tem sucesso a longo prazo sem buscar se aperfeiçoar constantemente. Para isso, é necessário adquirir e renovar seu conhecimento técnico por meio de cursos, treinamentos, participação em workshops e palestras com especialistas. No entanto, também é preciso ir além do conhecimento formal, procurando aprender em atividades de que você gosta, como com a leitura de livros ou mesmo vendo filmes e participando de ações que irão inspirá-lo a criar um negócio cada vez melhor. E para começar bem, que tal já dar uma olhadinha no nosso artigo que lista 6 ótimos livros sobre gestão empresarial?

Associe-se

Uma das principais dificuldades para quem está começando a empreender é encontrar o capital necessário para dar o pontapé no seu negócio. O problema é ainda mais sério para jovens empreeendedores, que até mesmo pela pouca idade ainda não tiveram tempo suficiente para erguer o próprio patrimônio. Nesses casos, há quem recorra à ajuda de familiares, conseguindo empréstimos junto a pais e avós, mas é possível ir além: com um bom plano de negócio em mãos, não se acanhe em bater na porta de empresas que podem ser suas parceiras ou fornecedoras. Da mesma forma, tente sempre um contato com uma instituição financeira para conseguir linhas de créditos especiais para empreendedores.

Empreender definitivamente não é fácil, mas é um desafio que pode muito bem ser superado, desde que haja muita dedicação e disciplina. Isso sem falar, claro, em conhecimento e vontade!

Leave a Reply